nokta vuruşlu yazıcılar - notebook ram - gaming notebook - araç içi kamera
Martins, Miragaia, Dráuzio e Camargo Nacionalista
Bandeira MMDC

Música da Revolução de 32

Paris Belfort

 

Em Julho de 1932, teve início ao movimento que ficou conhecido como a Revolução Constitucionalista, que tinha como a principal exigência a convocação de eleições para a formação de uma Assembleia Constituinte: “O país necessitava de uma nova Constituição.”

A cidade de São Paulo logo foi cercada e isolada por tropas federais, Ela então utilizou emissoras de rádio para divulgar os acontecimentos a outras partes do país. Em 23 de maio de 1932, antes das manifestações, o primeiro passo dos estudantes foi a invasão dos estúdios da Record, chegando até a sala de Paulo Machado de Carvalho, e ordenando que colocasse no ar a leitura de um abaixo-assinado. A rádio teve que aderir a causa na marra. E assim foi dito no ar:

“Nós, os abaixo-assinados, declaramos que invadimos à valentona, os estúdios da PRB-9 Rádio Record de São Paulo, e conclamamos o povo para que se mude a situação política existente no Brasil.”

Logo leram pela Record o nome de um dos que assinavam o manifesto contra Getúlio. Em 9 de julho de 1932, a revolução, planejada desde abril de 1931, por fim explodiu. No mesmo dia, através dos acordes do dobrado “Paris Belfort” que ficou como a marcha da Revolução Constitucionalista de 32, fizeram que César Ladeira eloquentemente levasse ao ar mensagens patrióticas, que aclamavam o espírito paulista contra os getulistas. Guilherme de Almeida escreveu poesias para que o locutor declamasse. Por conta da revolução, Ladeira ficou conhecido como “A Voz da Revolução”, e a Record, como “A Voz de São Paulo”. Em 1º de outubro de 1932, todos os jornais, inclusive os de “Assis Chateaubriand”, anunciaram:

“(…)As tropas brasileiras ganharam dos paulistas. Perdemos nas armas, mas nas letras ganhamos, porque em 1932 Getúlio Vargas acabou por aceitar as normas paulistas para modificar a Constituição Nacional.”

Fonte: Wikipedia

Paris Belfort

Letra:
Nove de Julho é a luz da Pátria
Data mortal deste berço augusto
Dos bandeirantes denodados
Deste São Paulo vanguardeiro e justo
Nove de Julho é a Glória do Brasil
Cantado por São Paulo sob um lindo céu de anil
Nove de Julho é a luz da Pátria
Data mortal deste berço augusto
Dos bandeirantes denodados
Deste São Paulo vanguardeiro e justo
Nove de Julho heróica e bela data
Marco inicial da jornada democrata
Piratininga terra do trabalho
Onde são Reis a enxada e o malho
Pá pa ra ra pa pa ra pa rara ra ra pa pa ra pa ra
Seu povo altivo vai espalhando
Amor pela pátria e vai cantando
Solo querido terra amorosa
Pátria de bravos sempre formosa

Oferecimento: Primicia Serviços e Chincha Estúdio Chincha Webdesign Estúdio